RELATÓRIO DE VIAGEM AO RIO DE JANEIRO – por Francisco Ferreira

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

RELATÓRIO DE VIAGEM AO RIO DE JANEIRO PARA PARTICIPAR DO XV ENCONTRO DA REDE BRASILEIRA DE TEATRO DE RUA

A viagem teve por objetivo participar do XV Encontro da Rede Brasileira de Teatro de Rua, realizado na cidade do Rio de Janeiro, no período de 01 a 07 de setembro de 2014.

Minha saída de Rio Branco se deu dia 01 de setembro as 02h30, tendo chegando ao Rio de Janeiro as 10h30, horário local, na mesma data. A hospedagem ocorreu no Hotel da Loucura, no mesmo local onde  aconteceu XV Encontro da Rede Brasileira de Teatro de Rua e Ocupa Nise 2014, no Engenho de Dentro

Nas discursões foram sempre enfocadas a importância da arte integrada com a saúde da mente. Todo o encontro recheado de discussões em plenárias, momentos festivos, poéticos, encenações, espetáculos, filmes, cortejos, marcou muito todos os participantes, pela sua forma metodológica.  Já havia participado de dois encontros da RBTR em Rio Branco, onde fiquei conhecendo mais claramente a vivência indígena do Estado Acre, um povo de uma história muito rica e muita firmeza, bem com  a história da RBTR, a partir de então foi criada a PUIPISI – Rede Acriana de Movimentos Populares de Rua e Floresta, a qual está crescendo a cada dia, evoluindo nas discussões em relação ao teatro de rua e ligado a problemática social do nosso Estado e do país.

O XV Encontro da RBTR e Ocupa Nise, a temática e metodologia foi diferente e de suma importância, para o movimento de teatro de rua e para a saúde mental. Participaram do encontro muitas figuras importantes e talentosas, entre elas Romualdo Freitas, que tem vasta experiência e conhecimentos em relação ao campo da arte, VITOR PORDEUS, LINCKO, JUSSARA, AMIR HADAD, JOSÉ PACHECO, PELEZINHO  e muitos outros, bem como alguns pacientes do Hospital da Loucura, pessoas tão simples mais de uma grande experiência em se falando de cultura,  saúde e conhecimentos dos direitos e leis, que tratam das várias temáticas em relação a cultura e a saúde. O Hotel da Loucura é uma excelente escola, onde a cultura está presente no dia a dia dos pacientes, educadores e estudantes da arte-saúde mental e educação. A maioria dos Estados estavam representados no encontro por grandes artistas, grupos de teatro de rua, palhaços, etc.

No dia 07/09/2014 , último dia do evento, tivemos  uma plenária grandiosíssima com a presença do Mestre José Pacheco e de muitos educadores locais e nacional, onde cada pergunta ou questionamento  eram esclarecidas de forma sucintas e claras. Após a plenária os participantes saíram em um grande cortejo pela cidade Estivemos na Praça Rio Grande do sul, próximo do Hotel da Loucura e na Cinelândia, com a concentração em frente a Casa do GRUPO TÁ NA RUA,   do amigo Amir Hadad. Dai seguimos rumo a Cinelândia, com todos muito empolgados.

Tivemos nesse encontro várias ações, tais como: lançamento de livros, algumas moções de apoio a grupos e comunidades culturais, que sofrem repressão por parte das autoridades e governo que ainda tentam reprimir artistas e grupos que através da sua arte denunciam e esclarecem para a população e sociedade sobre direitos, leis etc, bem como um manifesto por uma arte-pública e uma carta que todos devem ler e procurar colocar em prática, os princípios da RBTR para que, unidos, possamos lutar por nossos direitos e exigir  respeito ao nosso trabalho.

 A arte tem que está presente em todos os contextos da sociedade, embora muitos não tenham consciência da sua importância. “ARTE É VIDA E SAÚDE, E NÃO PODE FICAR FORA DO CONTEXTO SOCIAL.

O retorno aconteceu no dia 08 de setembro de 2014 , com embarque às 15h20horas, chegado em Rio Branco as 00h15, horário local.

  Deixo aqui meu muito obrigado a todos da organização, bem como a todos os rueiros que se encontravam no evento.

 Rio Branco, 24 de Setembro de 2014.

 

           Francisco Ferreira do Nascimento

Companhia de Artes Camalearte

PUIPISI – Rede Acriana de Movimentos Populares de Rua e Floresta.

Leave a Reply